Tipo II

“Finalmente, vimos em 1973, um tipo de máquinas cujo datador é constituído por duas circunferências concêntricas cujos diâmetros são, respetivamente, 28 mm e 18 mm. A data no centro enquadrada por duas cordas e entre as circunferências, no como «LUANDA» e em baixo «CENTRAL». O selo fixo está distanciado 50 mm do datador e é constituído por uma circunferência de 28 mm de diâmetro inscrita num quadrado. Ao centro a taxa, em baixo cinco quinas em forma de cruz e no cimo «CORREIO DE ANGOLA». No exterior do quadrado, e no canto inferior direito o número 21 e imediatamente abaixo, em tipo maior, N.º142, que julgamos ser o número de registo da máquina.” in PEREIRA, J. Campos (1975). "Angola: Franquias Mecânicas" In Ateneu 75 Exposição Filatélica 29/11-8/12/75. Págs 27-30. Este tipo III deverá ter tido o início da sua utilização em 1958, conforme exemplos das figuras seguintes.

Foi publicado o aviso sobre o uso da máquina de franquia, marca «Francotyp», modelo «Ca» no B.O. n.º29 de 1958.

N.º do Título Localidade Data Utente Máquina N.º
17 Luanda Central 1971 Quintas e Irmão Comercial 017
31 Luanda Central 1960 Comando Militar 004
53 Luanda Central 1971 Fidelidade Atlântica 009
56 Luanda Central 1967 NCR (The National Cash Register, Co of Portugal) 018
59 Luanda Central 1971 PFIZER ( A CIÊNCIA PARA O BEM ESTAR DA HUMANIDADE) 025
72 Luanda Central 1970 A Mundial de Angola 023
75 Luanda Central 1968 Cabinda GULF Oil Company 016
89 Luanda Central 1961 Ao Serviço de Angola produzindo fios e cabos elétricos (CONDEL) 015
90 Luanda Central 1970 Imauto 013
93 Luanda Central 1971 (J. Pinto Comercial) 10
120 Lobito 1972 Banco Crédito Comercial e Industrial 007
142 Luanda Central 1973 Sem Flâmula 021