Tipo III

Datador: constituído por duas circunferências concêntricas com diâmetros de 24 e 17 mm respetivamente. Data ao centro com mês em numeração romana. Entre as circunferências, ao alto, «Estação de», com exceção do datador da máquina n.º83 cuja legenda é «Estação Aeroporto»; em baixo a designação da estação.

Selo fixo: encontra-se distanciado de 17 mm e tem um diâmetro de 28 mm. Na parte de cima «República Portuguesa» separada por duas cruzes, uma de cada lado, da parte inferior «Correio de Angola». Ao centro a taxa em algarismos. Por baixo da parte inteira do algarismo «ESC.», por baixo da parte decimal «CTVS.». Do lado esquerdo do selo fixo e em baixo «N.º», do lado direito a designação do número da máquina. “in PEREIRA, J. Campos (1975). "Angola: Franquias Mecânicas" In Ateneu 75 Exposição Filatélica 29/11-8/12/75. Págs 27-30. São conhecidas poucas franquias deste tipo e vimo-las utilizadas entre 1967 e 1974.

Foi publicado o aviso sobre o uso da máquina de franquia, marca «Pitney-Bowes M.V.», modelo 804, no B.O. n.º23 de 1961.